Capes aprova bolsas para futuros professores

Inscrições para alunos da PUC começam em junho

Futuros professores de Pedagogia, Letras, Educação Física, Matemática, Química, Ciências Biológicas, Física, História e Geografia da PUC Goiás podem ser beneficiados com bolsas para se dedicar à docência na escola pública ainda na graduação. Foram aprovados dois projetos voltados para a formação de docentes e até o final de maio a PUC deve ser confirmada com instituição beneficiada pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e pelo Programa de Residência Pedagógica, ambos mantidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível de Superior (Capes), ligada ao Ministério da Educação. Veja o resultado aqui.

A universidade terá 240 bolsas oferecidas pelo governo federal e outras 36 oferecidas pela PUC que fortalecerão a formação dos professores.A inscrição para alunos será a partir de junho.

No Pibid, o enfoque é despertar nos alunos de licenciatura habilidades para o ensino de disciplinas específicas. Já na Residência, que é um novo programa, a ideia é que eles possam pesquisar e aprofundar o conhecimento sobre as dinâmicas das escolas.

São mais de 10 anos de experiência da PUC no Pibid, o que beneficiou 6 mil estudantes de licenciatura neste período. O projeto foi inscrito para renovação do benefício. “Nossa participação no Pibid mostra a qualidade social da PUC no aperfeiçoamento de formação de professores”, afirma o diretor da Escola de Formação de Professores e Humanidades, Romilson Martins.

Nos projetos, a PUC incluiu experiências nos primeiros períodos e no final do curso, o que poderá render até 3 anos de bolsa para os estudantes de licenciatura, um fôlego para se dedicarem ao estudo das carreiras escolhidas. O objetivo é a articulação entre os dois programas para o aperfeiçoamento da formação dos professores, além de contribuir para transformar a realidade nas escolas públicas atendidas pelos projetos, em especial dos alunos.

Oportunidade

Os cursos de Licenciatura da PUC estão com processos seletivos abertos para o segundo semestre de 2020. No Vestibular Social, com bolsas de 50%, são 2.400 vagas. Os interessados já podem se inscrever aqui, onde também é possível conferir as regras para conseguir a bolsa e os prazos a serem seguidos. Os candidatos podem optar por participar do processo seletivo a partir de provas da universidade ou com a utilização das notas das últimas edições do Enem (2012 a 2019).

 

Leia Mais
PUC Goiás suspende eventos extracurriculares